PROFESSOR
JEAN ALVES CABRAL

Algumas Breves Palavras Sobre "Quem Sou"!

MINHA APRESENTAÇÃO!

Eu sou o Prof. Jean Alves Cabral, brasileiro, natural do Rio de Janeiro (capital), nascido em 21/09/1968, casado, tenho as seguintes profissões: Naturologista Clínico, Professor, Pastor e Empreendedor.

De origem bem miscigenada, se considera um brasileiro "raiz" na plenitude da expressão; tendo ascendência por parte de pai (Sr. Pedro): Angola (avô Antônio) e Índios Cariris da Chapada do Araripe do lado Pernambucano (avó Laiz); e, do lado materno (Srª Sandra): Congo (avô Joaquim) e Portugal-Goytacazes (avó Lolita).

Nascido na Tijuca (RJ), até aos três anos de idade foi criado no berço da família materna, até que em 1971 seu pai, que serviu na Marinha de Guerra do Brasil, foi transferido do Rio de Janeiro para Florianópolis - à época 5º Comando do Distrito Naval. À partir desta ocasião todo circuito de educação e convivências ocorreu entre Florianópolis e São José, com viagens anuais ao Rio de Janeiro no intercâmbio com a família materna.

Entre diversas incursões, que o levaram ao Paraná, Rio Grande do Sul, São Paulo e Rio de Janeiro, bem como ao interior Catarinense; em 1995, retirou-se definitivamente da boa terra "barriga-verde" e estabeleceu-se em terras nordestinas brasileiras. (1º) partindo inicialmente de Limeira-SP onde residiu em 1995; (2º) Juazeiro do Norte-CE em 1996; (3º) Aracaju-SE em 1997-1999; (4º) Juazeiro do Norte-CE em 2000-2002; (5º) Belém-PA em 2003-2004; (6º) Fortaleza-CE em 2005-2012 com incursões em Natal-RN, bem como servindo à OMEBE (Ordem dos Ministros Evangélicos do Brasil e Exterior) no Rio de Janeiro com diversas idas entre 2007-2012 atuando em diversos setores da Ordem; (7º) em seguida, residiu em Campina Grande-PB entre 2013-2014 e trabalhou até 2015 entre esta dadivosa cidade paraibana e Santa Cruz do Capibaribe-PE tendo incursões entre os anos de 2013-2015 em Belém-PA; (8º) Gravatá-PE entre 2015-2018; (9º) e, por fim, Caruaru-PE de 2019 até ao presente (2023), com incursões em Maceió-AL e Brasília-DF.

No período que vai de 1968 até 1995 estão seus primeiros 27 anos que, neste momento (2023) são a primeira metade de sua vida (nasceu em 21/09/1968). Nela, há quatro pontos que lhe interessam preservar na memória, conforme faz sempre questão de identificar: "e todos os demais eu simplesmente relego ao esquecimento porque foram maus dias e experiências que abomino. As quatro memórias são as seguintes: (1ª) Meus 4 filhos que na atualidade geraram 7 netos e estão com saúde, graças a Deus!; (2ª) Minha formação cristã de base; (3ª) A convicção de que o "denominacionalismo religioso" foi uma desgraça em minha vida; e, (4ª) Alguns 'amigos' e momentos 'pontuais' em que sou grato a Deus" - declara com certa frequência!

A segunda metade de sua vida se inicia em 1996, quando já se apresenta como um Terapeuta Naturista em início de carreira e, deste momento em diante, toda sua vida vai girar ao redor de quatro tarefas que se consolidam de modo sempre aperfeiçoado: (1ª) A Carreira Acadêmica; (2ª) O trabalho com Naturologia Clínica; (3ª) A formação interior, dita 'maiêutica', que não foi realizada na fase anterior de 1968-1995; e, (4ª) A construção de uma 'obra magna' que deseja que se torne seu legado para a Sociedade e que é 100% ligada à Doutrina Naturológica Clínica como a concebe.

Está comprometido com esta última questão: A Obra Magna - que pretende que seja 100% definida na Naturologia Clínica e que se revelará na forma de uma série de escritos que vêm sendo produzidos desde 1996, mas que apenas à partir de 2018 começou a entender ser de imensa relevância para o setor de Terapias Naturais e que, oportunamente, será tornada "bibliografia" formal e expositiva de seu pensamento com a publicação prevista para 2024 de toda a Coleção de 24 títulos que albergam toda a Escola que fundou.

No campo religioso se declara um Conservador, na cena política se declara um Liberal-Econômico, na convivência com as pessoas no trato diário se confessa um Pragmático-Utilitarista, mas, no trato consigo mesmo costuma declarar-se, na esfera filosófica e da maiêutica-noética, um Realista-Metódico. Estas definições são essencialmente sérias e consideradas de "fundo" em todas as suas manifestações em todas as apresentações que faz.

Como Membro Efetivo da Abrasci - Academia Brasileira de Ciências, criada em 1910; tanto quanto Membro Efetivo e atuante na Diretoria Nacional da OMEBE - Ordem dos Ministros Evangélicos do Brasil, criada em 1972; bem como do SINATEN - Sindicato Nacional de Terapeutas Naturistas, criado em 1985; em todos eles como Membro das Diretorias em Nível Nacional, atua como servo nas quatro áreas a que se dedica (Cura, Ensino, Pregação e Gestão: com base nas Escrituras que sempre menciona; Mateus 4:23 e Atos 10:38) e, confessa com certa frequência sobre o privilégio de ter podido mostrar estas conquistas a seu Pai, Sr. Pedro Alves Cabral (29/06/1941) - que faleceu em 22/03/2022.

Já no que pertine à sua vida, no cenário "particular"; costuma dizer que "é isto mesmo: particular! Portanto, não tenho interesse em compartilhá-la à não ser com pouquíssimos amigos bem próximos e que, porque sou, como sempre digo, um "pragmático-utilitarista-realista" incorrigível, tenho listados num caderno de anotações para mim mesmo." - Mas, em seus Artigos, no seu Site www.professorjean.com abre diversas situações à quem interessar possa, sobre questões pontuais e acontecimentos de sua vida!

Quando pedimos uma declaração sua sobre sua própria vida, para que a defina em termos de significado, normalmente cita a seguinte consideração: "Tenho uma passagem bíblica para o que tem sido minha vida desde que nasci em 1968 até agora: 'Os anos de minha peregrinação sobre a terra são cento e trinta; meus anos sobre a terra se constituíram numa caminhada muito difícil e não se comparam à longevidade da peregrinação dos meus antepassados.' (Gênesis 47:9). Se eu puder dizer isto de mim mesmo antes do fim de meus dias, como disse Jacó/Israel, já serei muito grato e, apenas isto: agradecido - Louvado seja Deus!"

E como todos que o conhecem sabem, ele tem o hábito de citar muitos versos bíblicos para tudo que discursa ou expressa; é sempre comum vê-lo com as seguintes orações:

1 Crônicas 29:15: "Diante da Tua presença somos estrangeiros e forasteiros, como nossos antepassados. Os nossos dias na Terra são como uma sombra, sem esperança alguma."

Salmos 39:12: "Ouve, Senhor, minha oração, e atende a minha súplica; não ignores minhas lágrimas, porquanto, perante Ti, sou um estrangeiro, como foram todos os meus antepassados."

Hebreus 13:14: "Pois não temos na Terra nenhuma cidade permanente, mas buscamos a que há de vir."

Tito 2:13: "Aguardando a bendita esperança e a manifestação da glória do nosso grande Deus e do Salvador Cristo Jesus".

Keyla Julianne Leão - esposa do Prof. Jean.

Minha Carreira e Conquistas!

02. SITE - imagem nova
01. SITE - imagem nova
04. SITE - imagem nova
03. SITE - imagem nova

O sentido da vida só pode ser encontrado quando percebemos a razão pela qual Deus nos colocou neste Mundo e ela se revela, para mim, na sentença que diz o seguinte: "Porque somos feitura Sua (do Pai), criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus (Pai) preparou para que andássemos nelas" (Efésios 2:10).

Prof. Dr. Pr. Ac. Jean Alves Cabral