Sobre a Pauta da Terra Plana Ser Estudada Com Seriedade!

1. Eu Sou Absolutamente Convicto de Que a Terra é Plana e Não Existe Planeta Terra!

Este texto segue na mesma linha do que foi publicado em 24/01/2018 sob o título “Terra Plana – Pararmos de Sermos Amadores!” – e que está em http://professorjean.com/terra-plana-pararmos-de-sermos-amadores/

É a resposta à uma provocação intelectual que preciso atender, em face da proposta de um “Zé Ruela” que acha que é entendido sobre o assunto, só porque pegou uns videozinhos na Internet que discordam da conclusão terraplanista e, por isto mesmo, se tornou o “suprassumo” da qualificação intelectual acerca da matéria.

Como plataforma de sustentação da minha arguição, apontarei 4 livros que abrem o debate num segundo plano sobre o assunto de modo científico de fato e, ficarei no aguardo dos 2 livros ofertados pelo indivíduo, que tenha a dignidade de contestar de modo sério e decente a Conclusão Terraplanista! Conclusão a que me baseio para sustentar meu conhecimento, certeza, convicção e confiança (pistis = fé).

  1. O Primeiro Livro é este aqui – Astronomia Zetética: A Terra Não é Um Globo! (Samuel B. Rowbotham)
  2. O Segundo “Livro” é este aqui, que circula livremente como uma provocação para ser derrubada – 200 Provas de Que a Terra é Plana.
  3. Um Terceiro “Livro” bem extenso e interessantíssimo é O Mundo É Plano! Uma Breve História do Século XXI
  4. O quarto texto que sugiro é Da Terra Plana ao Globo Terrestre!

Há um bom número de vídeos que podem ser acessados para dar encerramento ao assunto, sob o ponto de vista da conclusão efetiva acerca deste assunto, ou seja, que a Terra é Plana mesmo!

Mas, é preciso largar a preguiça do couro e assisti-los com seriedade e honestidade intelectual, anotando os pontos em que não se concorda ou que se deseja uma explicação mais aprofundada e depois ir atrás das respostas, mas, é essencial fazer isto, admitindo aquilo que já está consagrado como explicação encerrada!

E, para mim estes vídeos que vou colocar aqui imediatamente, encerram qualquer dúvida de que a Terra é Plana:

 

 

 

2. Do Significado da Razão.

A falta de conhecimento é uma condição muito ruim para quem está dominado por ela!

Por “conhecimento”, insisto objetivamente em sua descrição oficial, dada pelo dicionário: “ato de perceber ou compreender por meio da razão e/ou da experiência”.Como podemos conhecer algo?Por meio da razão, em primeiro plano, será possível chegar-se a muitas conclusões sobre determinado assunto, com uma boa margem de segurança, porque ela se impõe como uma ferramenta de condução da vida humana.

A “razão” é a capacidade da mente humana que permite chegar a conclusões a partir de suposições ou premissas. É, entre outros, um dos meios pelo qual os seres racionais propõem razões ou explicações para “causa e efeito”. A razão é particularmente associada à natureza humana, ao que é único e definidor do ser humano.

A razão permite identificar e operar conceitos em “abstração”. O que significa isto? É uma operação intelectual que consiste em isolar, por exemplo, num conceito, um elemento à exclusão de outros.

Pela razão também podemos resolver problemas, encontrar coerência ou contradição entre eles e, assim, descartar ou formar novos conceitos, de uma forma ordenada e, geralmente, orientada para objetivos. Inclui raciocinar, apreender, compreender, ponderar e julgar, por vezes usada como sinônimo de inteligência.

Como uma forma de chegar a conclusões, é frequentemente contraposta não só com o modo como os animais parece, tomar decisões, mas também com a tomada de decisões baseada na autoridade, na intuição, na emoção, na superstição ou na fé.

A razão é considerada pelos racionalistas a forma mais viável de descobrir o que é verdadeiro ou melhor. A forma exata como a razão difere da emoção, da fé e da tradição é controversa, dado que as três são consideradas potencialmente racionais, e, em simultâneo, potencialmente em conflito com a razão.

A principal diferença entre a razão e outras formas de consciência está na explicação: o pensamento é tanto mais racional quanto mais conscientemente for pensado, de forma que possa ser expresso numa linguagem.

3) Do Significado da Lógica na Razão.

Em lógica, pode-se distinguir três tipos de “raciocínio lógico”:

(1) dedução,

(2) indução, e

(3) abdução.

Dada uma premissa (ponto ou ideia de que se parte para armar um raciocínio), uma conclusão (processo que nos permitir encerrar uma questão qualquer), e uma regra (norma a que todos devem se submeter) segundo a qual; (atenção aqui) a premissa implica na “óbvia” conclusão, isto é, não podemos chegar a uma finalização daquele assunto de nenhuma outra maneira, a não àquela que chegamos, porque depois de analisarmos todas as possibilidades, valendo-nos de dedução, de indução e de abdução – todos os fatos, informações, opiniões e debates mostram que aquilo que estamos analisando é LÓGICO, ou está dentro de um RACIOCÍNIO LÓGICO.

  • A palavra “dedução” corresponde a determinar a “conclusão”. Utiliza-se da regra e sua premissa para chegar a uma conclusão. Exemplo: “Quando chove, a grama fica molhada. Choveu hoje. Portanto, a grama está molhada.” É comum associar os matemáticos com este tipo de raciocínio.
  • A palavra “indução” significa determinar a regra. É aprender a regra a partir de diversos exemplos de como a conclusão segue da premissa. Exemplo: “A grama ficou molhada todas às vezes em que choveu. Então, se chover amanhã, a grama ficará molhada.” É comum associar os cientistas com este estilo de raciocínio.
  • Por fim a palavra “abdução” significa determinar a premissa. Usa-se a conclusão e a regra para defender que a premissa poderia explicar a conclusão. Exemplo: “Quando chove, a grama fica molhada. A grama está molhada, então pode ter chovido.” Associa-se este tipo de raciocínio aos diagnósticos (médicos por exemplo) e detetives, etc.

4) Do Estudo da Pauta Sobre Terra Plana.

O que mais me causa espanto no estudo da Terra Plana é a completa imbecilidade de “seus críticos”, dentro da perspectiva do que chamarei de “completa falta de raciocínio lógico” e “propostas sem razão”!

E tenho boas “razões” para entender assim. Tanto quanto me parece idiotismo mesmo quando alguém fica escrevendo ou falando coisas sem qualquer nexo com o raciocínio lógico devidamente analisado com critérios de seriedade.

Para não haver confusão em ninguém, “idiotismo” significa exatamente: “insuficiência de desenvolvimento mental em relação com lesões ou deformações cerebrais, que acarretam a incapacidade de aquisição da linguagem e a inaptidão para se governar”. Por exemplo, Dr. Enéas Carneiro, em pronunciamento no Congresso Nacional, enquanto Deputado Federal, declarou em audiência sobre o Mensalão que o Presidente Lula não possuía “a devida arrumação intracromossomial específica para governar o País” – o que foi motivo de riso, na verdade foi uma maneira de chamá-lo de “idiota”!

Mas, foquemos no ponto exato de nossas considerações e encerremos esta janela de consideração!

Se a Terra é Plana ou se ela é um Planeta conforme propõe o modelo Heliocêntrico e, temos nisto um choque de conclusões – a única maneira de resolver o problema é:

  • ÉTICA – Estabelecendo uma apreciação séria e qualificada com absoluta honestidade intelectual das pessoas envolvidas que, longe de ficarem se xingando como se fossem idiotas, escolherão não defender nem uma e nem outra posição, antes de colocar em prática as possibilidades do raciocínio lógico.
  • CRITÉRIO – Para fazerem uma investigação séria e decente da questão, deverão colocar sobre a mesa 100% de todas as informações disponíveis e, embora isto possa parecer uma carga muito grande de material para ser analisado, a verdade é que, as sínteses (isto é, os trabalhos já feitos de ambos lados), podem facilitar muitíssimo o estudo das questões essenciais. Por exemplo? Pode-se nomear, consultando notáveis terraplanistas e globalistas, 10 textos de elevada respeitabilidade entre eles para serem sugeridos na investigação séria das questões que serão examinadas. Tais questões devem ser dominadas com 10 perguntas, que são as únicas possíveis: o que? por que? quem? onde? quando? quanto? como? quais? em que? para que?
  • RACIOCÍNIO LÓGICO – o exercício do próprio raciocínio deve ser submetido cuidadosamente ao que é natural desta possibilidade como acabamos de explicar, ou seja, que se permita no diálogo o uso da “dedução, indução e abdução”, diante de cada uma das perguntas, confrontadas com os materiais que foram coletados para a devida investigação e comparação das informações em busca de uma pergunta maior e que governará de modo específico todo o processo investigativo: afinal de contas a Terra é Plana ou é um Planeta?
  • CONCLUSÃO – ao final de toda a discussão que tem LIMITE DE TEMPO, tanto para um lado como para o outro exporem suas conclusões, fruto de uma investigação séria e profissional, os relatórios são disponibilizados e … CADA PESSOA ESCOLHE O QUE QUER ACREDITAR E ACEITAR e, neste ponto entra a liberdade de cada um para seguir àquilo que quiser e, ainda que muitos escolham seguir o que não parece correto para a outra parte, tudo termina com a liberdade de cada um ter o direito de, se quiser, enganar-se a si mesmo, violando a própria consciência apoiando a mentira e, como escreveu a ensaísta Evelyn Beatrice Hall numa biografia sobre Voltaire, deduzindo a ética sobre liberdade humana na obra do filósofo: “eu discordo do que você diz, mas defenderei até a morte o seu direito de dizê-lo”!

É assim, que profissionais da investigação, da pesquisa se posicionam!

Mas, quando um sujeito se apresenta publicamente, falando um bocado de besteiras sobre um assunto, quando vemos que ele não tem condições de citar nem um (1) único livro sobre o assunto que trata do assunto que se atreve a fazer “afirmativas conclusivas” – temos todo direito de dizer que o sujeito é: (a) idiota, (b) mau-caráter, (c) um zé ruela e (d) uma pessoa desprezível sob o ponto de vista da inteligência.

Sim, porque quando alguém vem com “achismos” sobre um assunto, ou pensa que pode “matar um assunto” com um “reles mimimi” que não dispõe de seriedade suficiente para demonstrar com dedução, indução ou abdução reunidas em toda a plataforma que acabamos de indicar, o sujeito insulta a nossa inteligência e a nossa postura de pessoas dignas de respeito. Não é nada demais manda-lo ir para algum lugar para onde mandamos o árbitro de futebol ladrão.

Por que penso assim? Porque temos gente muito séria envolvida na pesquisa sobre Terra Plana, há doutores em Geologia, e daí vem uns bobalhões e dizem um bocado de besteira sobre o que não sabem! É risível. Note este exemplo de seriedade com o Pós-Doutor em Geofísica (ex-USP) que afirma ser terraplanista:

5) Convicções Baseadas na Bíblia Sagrada!

Eu não escondo de ninguém, está estampado em meu Site (órgão oficial de meu Gabinete) que eu sou um Teólogo, amo a Bíblia Sagrada, basta verificar como encaro isto em:

As Sagradas Escrituras

Pois bem, eu não pretendo esgotar a pauta terraplanista, sob o ponto de vista bíblico, porque todos os dias o Senhor nos revela por Seu Espírito novas visões da realidade, mas as anotações que vou apesentar são muito oportunas para calçar positivamente a minha tendência espiritual e dogmática de crer que a Terra é Plana, por obra do Criador, o Deus de Israel.

5.1) A TERRA É ESTÁTICA.

1ª Crônicas 16:30 – “Tema diante dEle toda a Terra; o Mundo também deve ser estável, que se não pode mover”.

Salmos 96:10 – “… o Mundo também deve ser estável, que não se pode mover”.

Salmos 93:1 – “ … o Mundo também está estável, que não se pode mover”.

5.2) A TERRA É PLANA E POSSUI PILARES FIXOS.

1ª Samuel 2:8 – “ … Para os pilares da terra são do Senhor, e ele pôs o mundo sobre eles”

Jó 9:6 – “Que sacode a Terra do seu lugar, e os seus pilares estremecem.”

Salmos 75:3 – “A Terra e todos os seus habitantes são dissolvidos; mas Eu fortaleci os seus pilares”

Jó 38:4 – “Onde estavas tu, quando Eu lançava os fundamentos da Terra? Declare se tens entendimento?”

Isaías 48:13 – “Minha mão também estabeleceu a fundação da Terra e minha mão direita estendeu os Céus: quando Eu os chamo, eles aparecem juntos!”

5.3) A TERRA TEM UMA TAMPA (DOMO, ABÓBODA, FIRMAMENTO) QUE SE CHAMA CÉU.

Gênesis 1:6-9 – “E disse Deus: haja um firmamento no meio das águas, e haja separação entre águas e águas. E fez Deus o firmamento, e fez separação entre as águas que estavam debaixo do firmamento e as águas que estavam sobre o firmamento; e assim foi. E CHAMOU DEUS AO FIRMAMENTO CÉUS, e foi a tarde e a manhã, o dia segundo. E disse Deus: Ajuntem-se as águas debaixo dos CÉUS num lugar; e apareça a porção seca; e assim foi.”

Salmos 91:1 – “Os céus declaram a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos”

Salmos 150:1 – “Louvai a Deus no Seu santuário; louvai-O no firmamento do Seu poder”

Ezequiel 1:25-26 – “E ouviu-se UMA VOZ VINDA DO FIRMAMENTO, que estava por cima das suas cabeças; parando eles, abaixavam as suas asas. E POR CIMA DO FIRMAMENTO QUE ESTAVA POR CIMA DAS SUAS CABEÇAS, HAVIA ALGO SEMELHANTE A UM TRONO que parecia de pedra de safira; e sobre esta espécie de trono havia uma figura semelhante a de um homem, na parte de cima, sobre ele.”

5.4) O SOL E A LUA ESTÃO SUJEITOS A SERVIREM A TERRA E NÃO O CONTRÁRIO. ELES ESTÃO SUJEITOS ATÉ À AUTORIDADE DE SERVOS DO DEUS ALTÍSSIMO.

Eclesiastes 1:5 – “Surge o sol e o sol se afasta, e apressa-se e volta AO SEU LUGAR de onde surgiu.”

Isaías 38:8 – “… Assim retrocedeu o sol os dez graus que já tinha declinado.”

Gênesis 19:23 – “Saiu o sol sobre a Terra, quando Ló entrou em Zoar”.

Uma das maiores questões resolvidas para mim advém desta explicação didática e sistemática do Criador em Sua Palavra. Notai:

Gênesis 1:14-19 – “E disse Deus: Haja LUMINARES NA EXPANSÃO DOS CÉUS, para haver separação entre o dia e a noite; e sejam eles para sinais e para tempos determinados e para dias e anos. E sejam para luminares na expansão dos céus, para iluminar a terra; e assim foi. E fez Deus os dois grandes luminares: o luminar maior para governar o dia, e o luminar menor para governar a noite; e fez as estrelas. E Deus os pôs na expansão dos céus para iluminar a terra, E para governar o dia e a noite, e para fazer separação entre a luz e as trevas; e viu Deus que era bom. E foi a tarde e a manhã, o dia quarto.”

Pergunto: será possível que os crentes na Palavra não conseguem entender que EXPANSÃO DOS CÉUS, é a mesma coisa que FIRMAMENTO? E que Deus COLOCOU O SOL E A LUA PARA SERVIREM A TERRA QUE É ESTÁTICA?

Vejamos agora a Lua?

1ª Coríntios 15:41 – “Uma é a glória do Sol, outra, a glória da Lua, e outra a das Estrelas; porque até entre estrela e estrela há diferenças de esplendor.”

Mateus 24:29 – “E, logo depois da aflição daqueles dias, o sol escurecerá, e a lua não dará a sua luz, e as estrelas cairão do céu, e as potências dos céus serão abaladas.”

Ora é claríssimo que a Lua possui LUZ PRÓPRIA e INDEPENDENTE DO SOL!

Não existe nada desta coisa de SISTEMA SOLAR. Isto é uma invenção de Satanás!

Algo sobre as Estrelas?

Em Mateus 24:29 que acabamos de apontar, também em Marcos 13:25 e Apocalipse 6:13 se diz que ESTRELAS CAIRÃO NA TERRA. Ora, então galáxias, sóis cairão sobre o planetinha globo mixuruca inventado por alguns desocupados esotéricos há uns 500 anos e a Palavra de Deus virou coisa de idiota?

Pois eu continuarei “i-di-o-ta” – tranquilo: um super idiota! Quem quiser me considerar assim, que se dane, não ligo. O importante é que, o volume de explicações que aqui estou dando, de vídeos já enunciados, de livros e de outros materiais que vou adicionar posteriormente para ir ampliando mais e mais o tema em meu Site, indicam que tipo de idiota eu sou. O tipo que busca pela análise dialógica técnica, pelos princípios do arrazoado racional, pelo livre exercício da fé e em condições de igualdade com qualquer outro, a compreensão das coisas. Lamento se não consigo ser do tipo que não lê, não pesquisa, não ouve e não analisa com seriedade coisa alguma, mas tem opinião sobre tudo!

E tem mais, o Sol obedece LIMITES DENTRO DA ÁREA DO DOMO:

Salmos 19:4-6 – “Neles pôs UMA TENDA para o Sol, o qual é como um noivo que sai do seu tálamo e se alegra como um herói, a correr o seu caminho. A sua saída É DESDE UMA EXTREMIDADE DOS CÉUS, e o seu curso ATÉ À OUTRA EXTREMIDADE, e nada se esconde do seu calor.

5.5) ALTURA E PROFUNDIDADE ENVOLVENDO A TERRA.

Jó 11:8 – “… tão alto quanto o Céu; que poderás tu fazer? Mais profundo que o inferno; que poderás tu saber?”

Que um pagão, um incrédulo, um filho de Belial, um apóstata se declare omisso ou inimigo da Palavra de Deus, até pode ser – seu destino está traçado por Quem tem este poder de decidir o que há de ser.

Mas, servos de Deus com “mimimi”? Ridículo!

Lembrando que Céu é o Firmamento lá do texto de Gênesis, isto é o Domo (Tampa) que está sobre todos nós e nos mantém dentro de um limite de espaço na Terra; assim diz a Palavra de Deus:

Isaías 63:15 – “Olha para baixo desde o Céu e vê da Tua elevada morada, santa e gloriosa”

1ª Reis 8:30 – “Ouve, pois, a súplica do teu servo, e do teu povo Israel, quando fizerem neste lugar; também OUVE TU NO LUGAR DA TUA HABITAÇÃO NOS CÉUS; ouve também, e perdoa.”

Mateus 18:10 – “Tomem cuidado para não desprezar um destes pequenos, pois eu lhes digo que os anjos deles no céu estão sempre vendo a face do meu Pai, que está no céu.”

5.6) A SEGUNDA VINDA DE CRISTO, QUE MUITOS NÃO FALAM ABSOLUTAMENTE NADA E VIVEM SÓ DE COISAS DESTE MUNDO, PENSANDO EM PROSPERIDADE, GANHAR DINHEIRO, EM MIMIMI’S DA CARNALIDADE, ENFIM, A SEGUNDA VINDA DE CRISTO É UMA OUTRA CLARA PROVA DA TERRA PLANA.

Mas, antes de citar textos do Novo Testamento, eis aqui a manifestação de Isaías!

Isaías 13:9-13 – “Vejam! O dia do Senhor está chegando, Cruel, com fúria e com ira ardente, para fazer dessa terra motivo de terror, E para exterminar dela os pecadores. Pois as estrelas dos céus e suas constelações não emitirão a sua luz; o Sol estará escuro ao nascer, e a Lua não dará a sua luz. Ajustarei contas com a Terra habitada por sua maldade, e com os maus, pelo erro deles. Porei fim ao orgulho dos presunçosos e humilharei a arrogância dos tiranos. Farei o homem mortal mais raro do que o ouro refinado, e os humanos mais raros do que o ouro de Ofir. É por isso que farei os céus tremerem, e a Terra será sacudida e sairá do seu lugar diante da fúria de Jeová dos exércitos no dia de sua ira ardente.”

Eu fico imaginando o que um crente que se liga em “terra bola” (heliocentrista) faz com um verso destes. Ele terá que inventar uma teoria maluca para tentar explicar o que não carece de explicação. O Domo, a Tampa, a Abóboda Celeste, o Firmamento, que são a mesma coisa que Céus – se abrirão e de lá de cima, sim, bem aí acima da cabeça de todos nós – ao mesmo tempo se verificará não só isto que acaba de ser escrito em Isaías 13:9-13, mas também o que é confirmado aqui:

Apocalipse 1:7 – “Eis que vem com as nuvens, e todo olho o verá, até os mesmos que o traspassaram; e todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Sim! Amém!”

Mateus 24:29-31 – “E, logo depois da aflição daqueles dias, o sol escurecerá, e a lua não dará a sua luz, e as estrelas cairão do céu, e as potências dos céus serão abaladas. Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem; e todas as tribos da terra se lamentarão, e verão o Filho do homem, vindo sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória. E ele enviará os seus anjos com rijo clamor de trombeta, os quais ajuntarão os seus escolhidos desde os quatro ventos, de uma à outra extremidade dos céus.”

Precisa de mais versos? Este último não explicou tudo na prática como funciona? Como é?

  • O Sol e a Lua perderão sua força – ora, se estamos num modelo heliocêntrico, das duas-uma, ou Jesus é um mentiroso ou o mundo e seus pseudo-cientistas servos de Satanás é que são.
  • As estrelas cairão do Céu? Ora, mas não são galáxias que estão a bilhões de anos-luz? Novamente eu escolho a Bíblia e que se danem os que disserem que sou louco, idiota, burro, sem ciência. Se ela diz que vão cair, cairão! E quem viver verá!
  • Mas, daí vem a descrição: “aparecerá no Céu” (Domo, Tampa, Abóboda, Firmamento) a Pessoa de Jesus Cristo.
  • Ele vem sobre (por cima) das Nuvens dos Céus com poder e grande glória.
  • Deste ponto lá no alto, onde todo olho o verá (Apocalipse 1:7) Ele mandará Seus anjos ajuntarem os escolhidos DESDE OS QUATRO VENTOS (Norte, Sul, Leste e Oeste) DE UMA À OUTRA EXTREMIDADE DOS CÉUS – ou seja, eu teria que ser realmente muito burro para não entender que “EXTREMIDADES DOS CÉUS”, significa: LIMITES DO DOMO, da TAMPA que cobre todos nós aqui dentro desta área chamada Terra e já explicada em Gênesis.

5.7) O COMPRIMENTO E LARGURA.

Na sequência do último verso claríssimo, há outros que demonstram que há limites de comprimento e de largura para a área denominada Terra, onde fomos colocados!

Jó 11:9 – “Mais longa é a sua medida do que a Terra e mais larga do que o mar”.

Jó 26:10 – “Ele cercou/circulou as águas com limites, até que o dia e a noite chegaram ao fim”.

5.8) O CÍRCULO DA TERRA.

Tem um verdadeiros “manés” que pretendem “sujeitar a Palavra de Deus” aos cientistas e declararem que ela é ultrapassada. Bem, cada um diz o que quiser e a referida Palavra é clara:

Isaías 40:22 – “Ele é o que está assentado sobre o círculo da terra, cujos moradores são para Ele como gafanhotos; é Ele o que estende os Céus como CORTINA, e os DESENROLA COMO TENDA, para neles habitar”.

Bem, em Isaías 22:18 temos um texto interessante: “Certamente com violência te fará rolar, como se faz rolar uma BOLA num país espaçoso”. Em Isaías 40:22 que acabamos de ler a palavra usada foi CÍRCULO. Tem uns caras por aí que apreciam encher o saco e dizer que “Círculo” em Isaías 40:22 poderia ser interpretado como BOLA, para forçar que a Terra é uma Bola. Porém, ocorre que em HEBRAICO, a palavra “bola” é KADDUR e a palavra “círculo” é KHUG. A bola é tridimensional e o círculo é bidimensional. Logo, é melhor aceitar o fato: é círculo mesmo!

Porém, temos uma coisa muito interessante em Isaías 40:22. O Céu é chamado de TENDA. Ora a mesma descrição é dada em Salmos 19:4-6 – “Neles pôs UMA TENDA para o Sol, o qual é como um noivo que sai do seu tálamo e se alegra como um herói, a correr o seu caminho. A sua saída É DESDE UMA EXTREMIDADE DOS CÉUS, e o seu curso ATÉ À OUTRA EXTREMIDADE, e nada se esconde do seu calor.”

Ora, esta questão DOS LIMITES DA TERRA e do DOMO que já citei, também retornam em outras passagens, tais como:

Daniel 4:11 – “ … e era vista até o fim de toda a Terra”.

Jó 37:2-3 – “Atentamente ouvi a indignação da sua voz, e o sonido que sai da sua boca. Ele o envia por debaixo de todos os céus, e a sua luz até aos CONFINS DA TERRA.”

Provérbios 30:4 – “… quem estabeleceu todas as extremidades da Terra …”

6. CONCLUSÃO

Em Colossenses 2:8 somos advertidos a não dar atenção, quiçá crer nas vãs filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição dos homens e os rudimentos do mundo e não segundo Cristo (e obviamente a Sua Palavra – João 5:39).

Em 1ª Timóteo 6:20-21 está escrito: “… tendo HORROR AOS CLARMORES VÃOS E PROFANOS E ÀS OPOSIÇÕES DA FALSAMENTE CHAMADA CIÊNCIA, A QUAL PROFESSANDO-A ALGUNS, SE DESVIARAM DA FÉ …”

Em 1ª Coríntios 3:19 somos orientados a entender uma coisa bem simples: “PORQUE A SABEDORIA DESTE MUNDO É LOUCURA DIANTE DE DEUS; pois está escrito: Ele apanha os sábios na sua própria astúcia”.

Tá cheio de pseudo-teólogo, falastrão do demônio, bocudo dos infernos, gente com a mente cheia de lixo tóxico deste mundo podre, que ama contar piadinhas sobre o Criador, ridicularizar as coisas do Reino de Deus e numa só firme palavra sabemos que são nossos inimigos espirituais como se define em Efésios 6:11-12.

Mas, longe de conversa fiada, já sabemos desta realidade:

Jeremias 16:19 – “… a ti virão os gentios desde os CONFINS DA TERRA e dirão: Nosso pais herdaram só mentiras e vaidade, em que não havia proveito …”

E com este tipo de papo furado, pretenderão ridicularizar a fé que uma vez foi entregue aos santos!

Em Judas 1:3-5 se define bem isto na intenção destes pagãos, gentios, filhos de Belial e mancomunados com as trevas: “Amados, procurando eu escrever-vos com toda a diligência acerca da salvação comum, tive por necessidade escrever-vos, e exortar-vos a batalhar pela fé que uma vez foi dada aos santos. Porque se introduziram alguns, que já antes estavam escritos para este mesmo juízo, homens ímpios, que convertem em dissolução a graça de Deus, e negam a Deus, único dominador e Senhor nosso, Jesus Cristo. Mas quero lembrar-vos, como a quem já uma vez soube isto, que, havendo o Senhor salvo um povo, tirando-o da terra do Egito, destruiu depois os que não creram.”

Que sejamos fiéis e meditemos no que se ensina em Mateus 24:24; 2ª Tessalonicenses 2:3; Efésios 5:6.

Está escrito: “Quanto aos céus, eles pertencem a Jeová, mas a terra ele deu aos filhos dos homens.” — Salmo 115:16.

Deuteronômio 29:29 – “As coisas encobertas pertencem ao Senhor nosso Deus, porém as reveladas nos pertencem a nós e a nossos filhos para sempre, para que cumpramos todas as palavras desta lei.

7. Em Tempo – Sugestão!

Para quem quiser uma pesquisa séria e “papo reto” – aqui tem uns 50 vídeos em ordem, catalogados. Para uma pesquisa ampla e profunda, produzida por muitas pessoas de diferentes localidades e traduzido em português:

SITE COM DIVERSAS DEMONSTRAÇÕES SELECIONADAS PARA ESTUDO ORGANIZADO DA QUESTÃO DA TERRA PLANA! CLIQUE NA GRAVURA:

Prof. Dr. Jean Alves Cabral

www.professorjean.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *