Reflexão Sobre Nova Consciência!

Category : Artigos

Primeiro, gostaria de concitar o leitor a refletir sobre um vídeo (que espero esteja sempre online) de Satish Kumar num vídeo intitulado: New Story for Humanity

O vídeo vou reproduzir agora:

 

Tenho uma reflexão a fazer, porque esta mensagem objetiva nos concitar à uma reflexão e não nos doutrinar, certo?

Eu discordo respeitosamente do nobre mestre!

Mas, espero que a tolerância para discordar seja uma possibilidade entre iluminados que talvez discordem por estarem olhando lados diferentes da mesma moeda!

Eu me defino como um “filósofo realista e pragmático, utilitarista e liberal” – não farei aqui uma abordagem sobre minhas incursões como “evangélico, conservador, fisiologista clínico e teólogo” – porque não é sobre minha pessoa que vamos tratar (seria desinteressante, creio!) – mas, tenho que fazer esta marcação, porque Satish Kumar é um defensor “anti-realismo”. Por exemplo?

“Veja o que os realistas fizeram por nós. Eles nos levaram à guerra e às mudanças climáticas, à pobreza numa escala inimaginável e à destruição ecológica generalizada. Metade da humanidade vai para a cama com fome por causa de todos os líderes realistas do mundo. Eu digo às pessoas que me chamam de “irrealistas” para me mostrar o que seu realismo fez. O realismo é um conceito desatualizado, exagerado e exagerado.” (Sica, Giulio (16 de janeiro de 2008). “Qual é o papel da espiritualidade no movimento verde?” The Guardian . Londres . Retirado 23 de maio de 2010).

Ele tem influências muito específicas de formação. Antes de tudo é um hindu de nascença, profundamente formado e gerado na Índia com todas as suas complexidades imensas no cenário de religiões, deuses, mitos, crenças, cultura, história e formação local – desprezar isto é cometer um desatino analítico.

Ele nasceu em Sri Dungargarh , no Rajastão , na Índia. Na idade de 9 anos, ele deixou sua família e se tornou um monge jainista. Aos 18 anos, depois de ler um livro de Mahatma Gandhi, ele fugiu da ordem mendicante, para se tornar um estudante de Vinoba Bhave , um eminente discípulo de Gandhi e suas idéias de não-violência e reforma agrária.

Porém, recebeu influência de Bertrand Russell, tornou-se um peregrino pela paz; um verdadeiro ermitão solto pela Humanidade com uma ideia de paz e vida natural.

Tem meu respeito, é a caminhada dele – mas, não pode servir de padrão e de modelo de forma alguma! Talvez na Índia, especialmente na parte pobre e miserável da Nação de origem, onde as pessoas sem recursos econômicos devem fazer exatamente como as nossas em nosso Brasil: se apegar à religião e ao Poder Superior para suportar as agruras da vida!

Vamos à crítica que faço sobre as falas dele!

Primeiro, o que significa este “últimos anos”? Do que ele está falando? Eu acompanho desde 1992, quando surgiu no Mundo o primeiro grande movimento denominado “Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e o Desenvolvimento”, realizada no Rio de Janeiro, e foi conhecida como a primeira grande reunião da Cúpula da Terra, com mais de 100 Chefes de Estado, entre eles o Presidente Bill Clinton com o seu Vice Al Gore que até prêmio Nobel e Oscar em defesa do meio ambiente e do desenvolvimento sustentável faturou. Portanto, hoje podemos dizer que temos 26 anos de intensa agenda em defesa do desenvolvimento sustentável – com o óbvio combate ideológico e mercatilizado que se espera para uma proposta que só se resolve em 1 século de cultura pro-saúde e pro-vida. A coisa foi tão bem realizada que na Rio+20 estavam presentes todos os 193 países que existem apoiando iniciativas corretas neste setor.

Sathya Sai Baba – Hindu. Precursor da Nova Consciência.

Segundo, que a força superior dos bilionários, dos mega-empresários, dos meta-capitalistas, das super-corporações, sem qualquer exceção, possuem uma agenda extraordinária sobre “profunda alteração nos meios de industrialização” para médio e longo prazo. A China, que é a maior poluidora do Mundo tem uma agenda que, em 20 anos mudará 100% de toda a concepção de poluição e já está trabalhando nisto desde 1992, investindo em tecnologias alternativas que estão se tornando oportunidades de grande investimento. A região de Moçambique, do outro lado da África, está na lista das grandes áreas de desenvolvimento mundial para os próximos anos e tudo com biotecnologias autossustentáveis.

Terceiro, o ser humano “é o governante da Natureza sim” – isto obviamente não o coloca como um “semi-deus”, mas aponta para o fato inconteste de que a nossa “imagem e semelhança com Deus”, no gênio criativo e empreendedor, deve conquistar pela aliança entre homens de bem, construir uma nova sociedade que consiga prosperar sem destruir o que já conquistou e tenha cuidado em alterar cautelosamente a realidade paulatinamente, sem causar uma mega onda de desemprego com uma proposta irresponsável de desindustrialização mal elaborada, fruto de um romance com uma filosofia hindu de viver saudável. A Índia, por causa deste portfolio de mestres filosofais, amarga miséria assombrosa em cerca de 600 milhões de seres humanos que defecam e bebem água do lugar onde estas fezes estão depositadas e, nem falarei do Rio Ganges onde cadáveres boiam livremente e as pessoas pegam a água para fazer papinha para seus filhos. O índice de doenças e de mortes por infecção é assombroso! Há muita falta de preparo – imagina-se um mundo de harmonia com a Natureza, mas nenhum controle populacional é feito, nenhuma educação para dar às mulheres a capacidade de entenderem que não podem ter filhos além do viável economicamente e de que homens que maltratam mulheres devem ser presos e afastados da sociedade, porque a Índia tem uma carga enorme de estupros e isto afeta em cadeia a produção de muita gente que ao seu turno abarrota de multidões as aldeias, cidades e cria o caos econômico.

Jiddu Krishnamurti. Precursor da Nova Consciência.

Quarto, a “nova história” proposta por ele é uma “fantasia”. O mundo é regido por três elites globalistas em conflito e, imaginar que elas vão se sujeitar a qualquer coisa que não seja a competição entre elas é ser um completo “tolo”, ainda que “bem intencionado”. Os Comunistas travestidos de Progressistas não vão abrir mão de seu mercado Russo/Chinês com incursões inclusive na Índia onde soma-se um universo de 2,5 bilhão de seres humanos; os Bilderberg’s não vão abrir mão de seus 3,5 bilhão de clientes; e os Islâmicos não vão recuar com seus 1,5 bilhão de dominados – porque alguém acha que uma cultura de “nova história” começou. Não começou de jeito algum. Talvez na perspectiva da micro história que “a” ou “b” esteja vivendo pode até ser (e acho que é a visão dele!), mas onde o dinheiro corre de verdade e o poder do Mundo se dá (me refiro à The City of London Corporation que é a Cidade-Estado que controla todo o dinheiro do Mundo), esta conversa filosófica e poética é somente isto mesmo: poesia! O mercado das armas, o mercado do petróleo, o mercado das drogas lícitas e ilícitas, o comércio mundial de commodities, dentre outros, não vai se curvar a esta ideia de modo algum.

Quinto, ele argumenta como se as pessoas de toda a Humanidade estivessem perdidas sem (a lista dele é grande!) cultura, imaginação, felicidade, música, arte, literatura, etc. Ora, de onde ele tirou esta bobagem? As pessoas estão inseridas neste universo e vivem isto mais até do que gostaríamos, se pensarmos nas necessidades produtivas que os empreendimentos exigem. Por exemplo? Vou apontar o cenário onde estou na atualidade: o Nordeste Brasileiro – por onde tenho 22 anos de convivência. O São João movimenta a coisa de tal forma que praticamente todos os Estados e Cidades vão ficar debaixo de uma enorme fogueira, vai haver música, danças típicas, as pessoas vão comer pamonha, cuscuz, queijo frito no espetinho, as crianças daqui em toda parte estão vestidas com roupas características e o forró, o baião, o xaxado, vão esmagar música estrangeira por uns 15 dias. Depois vem outras situações, tem Natal, tem dia das mães, as pessoas cantam, as escolas se enchem destas energias – ele está equivocado que as pessoas estariam estéreis de uma flexão ou paixão cultural que as alegra.

Osho. Precursor da Nova Consciência.

Sexto, esta tal “velha história” não tem qualquer destas dificuldades que ele apresenta. As pessoas que vivem no mundo se resumem a um ciclo normal onde (a) nascem e são crianças, (b) crescem e são educadas para o trabalho como deve ser porque não podemos incentivar vagabundos inúteis, (c) em seguida conquistam o trabalho e se casam, (d) tem seus filhos, (e) educamo-nos para o mesmo ciclo, (f) ficam velhas e se aposentam, (g) viram “o vovô e a vovó” que aconselha e que recebe a todos com generosidade em casa, (h) morrem. Suas vidas foram vividas com os amigos do trabalho e do bairro, com os filhos e os netos, com o amor da vida e tudo segue seu curso natural – se forem cristãos, celebram com Deus a Eucaristia (Santa Ceia) e aguardam para além túmulo a volta de Cristo. É assim, e 99% das pessoas gostaria de ter esta história SIGNIFICATIVA onde puderam compartilhar com seus queridos sua existência diante de Deus. Quem sabe das pessoas que viveram por aqui há 200 anos? Ninguém, com exceção dos grandes mitos da história! Ele está errado. As pessoas estão vivendo aqui e agora e esta ideia de que lhes falta algo que está já implícito é um erro! “Em tudo dai graças!”

Sétimo, ele pede uma educação onde haja emoções, sentimentos e pensa que a atual só tem mecanicismo e materialismo? Onde ele arranjou isto? As pessoas nunca podem existir sem estas potências ao lado do físico e do espírito – não há seres mutilados. Está errado! A educação que temos pode ter uma ênfase equivocada em termos de metafísica ou metapsíquica, mas, que ela está aí é notório – ainda que de um modo torto! A discussão seria sobre a qualidade destes sentimentos e não sobre ausência deles. Ele está fora de foco!

Swami Nithyananda. Líder Hindu. Considerado um “deus-homem” (avatar) seguido em dezenas de países e com milhões de seguidores na Índia.

Oitavo, então ele entra na transformação da CONSCIÊNCIA – como se isto fosse suficiente. Não é! A mudança de uma pessoa MAL-EDUCADA depende da gestão da Consciência + Memória + Criatividade + Significado = Processo de Maturidade Constante. Cada um de nós vai vivendo etapas, passo-a-passo. Em Naturologia Clínica (Ciência que sou o Codificador), estudamos os septênios da vida e a cada 7 anos trocamos tudo, ou seja, 100% de nosso corpo muda. Ora, quando ele fala de uma educação diferente, dá uma impressão de que o ciclo não acontece naturalmente em todos nós. Eu já tive 7 anos e queria ser campeão de jogo de botão de meu prédio. Aos 14 queria ter uma namorada (e tive). Aos 21 anos era pai e estava estudando e trabalhando. Aos 28 era doutor em teologia e iniciava a carreira em medicina. Aos 35 estava consolidado na carreira e iniciando a história de pedagogo e administrador. Aos 42 só pensava na música que diz: “quero uma casinha branca de varanda, um quintal e uma janela para ver o sol nascer”. Aos 49 – atuais, quero compartilhar experiências, apresentar os livros que escrevi e me aproximar dos netos. O processo está sempre aí diante de todos nós, salvo para os que são vítimas da violência urbana, dos acidentes e que morrem de doenças prematuramente.

Eu não acredito que ele tenha contribuído significativamente com este discurso. Figuras tais como Krishnamurti, Osho, Sathya Sai Baba, Swami Nithyananda dentre outros que advogaram e ainda militam estas ideias em muitos cenários planificam num mundo mítico imaginário e bem distante da realidade óbvia do estômago com fome e que só se resolve com geração de empregos; não é de poesia que a Humanidade se organiza, mas de gestão econômica – sem ela vem a guerra e eu pergunto: como se fará poesia com pessoas mortas?

A verdade é que entre o realismo da vida concreta dos brasileiros, 86,4% cristãos (segundo o IBGE), este tipo de “viagem” não se harmoniza. Somos concitados a entender que “temos que ir ter conselhos com a formiga e deixarmos de ser preguiçosos”, somos orientados a “não dar de comer a quem não trabalha” e, somos instruídos de que “a nossa luta não é contra carne e sangue, mas contra principados e potestades das trevas espirituais” – num mundo real e físico de verdade!

Amanhã de manhã (por exemplo), as professoras vão ter que ir para a Escola e terão que enfrentar as lutas da falta de tudo nos recursos porque o PT roubou a Nação junto com o PMDB em 15 anos de desgoverno e estamos à deriva neste momento.

E temos que encontrar um modo de “dar graças!”, de nos emocionar com as crianças, de ajustar nossa relação com o cônjuge, de respeitar o vizinho que precisa de ajuda, e todos fazemos isto.

Muitos de nós conseguiu chorar com Neymar no final do jogo contra a Costa Rica, onde a dificuldade em fazer um gol, depois de uma crise de cirurgia, um monte de críticas do mundo inteiro, e a pressão de contratos causava um estresse quase insuportável – e, vimos na cena dele chorando após a partida em que foi vitorioso, que podemos nós mesmos sermos vitoriosos em nossas lutas com o mundo onde estamos!

Portanto, a presença da emoção, da felicidade, da satisfação, da alegria de estar estão conosco todo o tempo. Uns gozam mais e outros menos, mas todos temos estes momentos conosco – não carecemos de uma nova educação para nos posicionar o que já é nosso! Só precisamos de atenção – nada além disto! Atenção com as pessoas que estão conosco e olharmos para o valor delas, dos seus atos de generosidade e de afeição positiva, que estão sempre aí! Nada de uma “outra educação”; nós brasileiros somos por definição, um povo que tem generosidade e recebe bem aqueles que nos visitam!

Eu me sento por 5 a 6 horas em meu Gabinete sozinho todos os dias e ouço Jackie Evancho, Sarah Brightman, Lorenna McKennitt, Andrea Bocelli, Yanni, enquanto escrevo, gravo, leio, despacho situações – e sou imensamente inundado por estas pessoas no computador com esta música; sou encantado todos os dias por Keyla; tenho a satisfação do crescimento da pequena Kemily; dos alunos que interagem comigo diariamente; das notícias que vejo nos jornais e na Rede Mundial; tenho meus equipamentos de musculação e exercícios por aqui; há cerca de 4 mil livros que li por toda a vida e estão aqui, em espécie, em minha sala – sou bem-aventurado!

Mas, há pessoas que se alegram de outra forma e são felizes!

Nunca permitamos que alguém implante em nossas mentes que a nossa vida é ruim porque não estamos na esfera supostamente “espiritual” delas!

Por exemplo? Eu coloque aqui algumas fotos de figuras consideradas como geniais do mundo espiritual, de tradição hinduísta. Mas, se qualquer pessoa fizer uma pesquisa sobre a ética da vida destas figuras, vai encontrar o mesmo que há em cada um de nós: pecados, desvios éticos, momentos de fracassos, necessidades de aceitação – e um esforço enorme para atender tais estímulos.

Uma certa ocasião eu conversei com um filósofo hinduísta e perguntei:

– “qual a síntese da sua percepção espiritual”?

Ele me respondeu que era o silêncio interior para perceber sua energia fluindo. As pessoas ao redor acharam aquilo “lindo, fantástico” – mas eu então lhe perguntei:

– “porque você está gastando seu tempo útil fora deste lugar sagrado de percepção interior vindo aqui fora promover o seu ego de iluminado?”

Ele ficou pensativo e me respondeu:

– “as pessoas precisam perceber o que eu tenho descoberto!”

Então, deixei uma outra pergunta para a qual ele ainda está para me responder:

– “então, posso afirmar com certeza que a síntese de sua percepção espiritual não é estar no seu ser interior, em silêncio, mas construindo conexões com as pessoas aqui fora, porque se assim não fosse tudo em seu interior seria vazio e inútil – posso considerar que, dentro da sua linguagem, de sua cultura, a lei moral mais importante é ‘amar ao próximo como a si mesmo’ e isto lhe coloca no mesmo plano dos cristãos sérios. Pergunto: sua doutrina não acrescenta nada de diferente à que já temos – apenas é uma linguagem diferente, certo?”

Não creio que o padrão sugerido por ele seja o ideal da Humanidade!

Nenhum destes mestres hindus tem uma mensagem que seja capaz de mudar a realidade no plano da própria realidade, é sempre no campo da ilusão, da fantasia, da querência, da boa intenção – mas, não vai além disto! A maior de todas as provas é que a Índia inteira, e países como Paquistão, Birmânia, etc. estão entre as sociedades mais cheias de misérias de todo o Mundo em muitos cenários. Subdesenvolvidos ao extremo da baixeza econômica! Rivais do Brasil em muitos sentidos, para tristeza minha (nossa!?).

Há quem seja muito realizado, satisfeito e feliz em atuar em cenários complexos, militares, tecnológicos, desportivo, administrativo – não proporia uma ideia de “mundo novo”, com “história nova”, porque as pessoas tem a história que tem na forma que são e para isto foram chamadas à vida onde estão – e neste ponto se consagraria a lei do Karma (conforme se pensa na cultura de onde ele vem!), mas isto seria uma outra história, não é mesmo?

Como liberal, porém, respeito a linha de exposição dele se ela for contextualizada no mundo (psíquico) em que ele transita, porque como está escrito: “toda boa dádiva e todo dom perfeito, vem do Pai das LUZES em Quem não há mudança e nem sombra de variação” (Tiago 1:16-17). À Ele cabe o julgamento do todo, eu apenas considerei as partes recortadas de um painel bem maior.

Saúde!

Prof. Dr. Jean Alves Cabral


Leave a Reply

Pesquise no Site

Meu Consultório de Naturologia

“Sob circunstâncias especiais atendemos consultas na área de Naturologia Clínica. Atualmente minha agenda tem sido dividida com as outras áreas que divulgo no Site. Mas clique na foto e veja se posso lhe ajudar.”

Curso de Formação de Terapeutas Naturistas

“Você gostaria de ser um Terapeuta Naturista? Ou tem interesse em cuidar melhor de sua saúde para ter maior qualidade de vida? Conheça nosso Curso de Naturologia Clínica 100% Online ou as Unidades Presenciais onde Atuamos ligados a uma Faculdade. CLIQUE NA FOTO.” CLIQUE NA FOTO

Inclusão Educacional Superior!

“Conheça nosso Site sobre Inclusão Educacional Superior. Uma iniciativa para a justa promoção da dignidade da educação superior.” CLIQUE NA FOTO

Minhas Percepções Espirituais!

“Em minha carreira pessoal (não profissional) a conexão com o mundo teológico cristão sempre foi muito forte. Meu relacionamento com Cristo é desde os 13 anos. Neste espaço, exponho entendimentos, crenças e compromissos espirituais.” CLIQUE NA FOTO

Minha Posição Política!

“Sou um Liberal-Democrata. Isto significa que entendo o Mundo objetivamente como um lugar onde quatro palavras devem ser prioridade: liberdade, igualdade, inovação (científica / tecnológica) e empreendedorismo. Não acredito em nada além disto para o cenário político construtivo. Clique na foto.”

Vídeos